Você é mentalmente forte?

PDF pagePrint page

mentalmente forteAs pessoas cuidam do corpo, da casa, do carro, de outras pessoas e se esquecem de cuidar da única parte capaz de influenciar todo o resto: a mente. Mais especificamente, o lado emocional.

Há quase 20 anos, Daniel Goleman chamou atenção do mundo para um termo criado alguns anos antes, a inteligência emocional — ou QE, Quociente Emocional. Ele defendia que o QI não era o suficiente para avaliar a capacidade de sucesso das pessoas. Aspectos como espiritualidade e amor, autoconhecimento, motivação e saber lidar com os outros são tão importantes quanto o nível intelectual. Uma década depois, Goleman lançou uma extensão da teoria chamado de Inteligência Social que mostrou que os laços sociais exercem, de fato, um impacto severo no corpo humano (afetando, por exemplo, nossos sistema imunológico).

Na busca pelo crescimento profissional, as pessoas esquecem de exercitar o lado humano. Então, proponho um teste. A seguir estão 13 perguntas de hábitos que pessoas mentalmente fortes não praticam. O quão forte você acha que é? Isso pode ajudar a descobrir se está ou não preparado para um relacionamento sério, para um cargo de liderança ou explicar porque de vez em quando você se sente triste.

Marque sim ou não para cada uma delas e ao final conte a quantidade de não. Ninguém é perfeito, então acredito que se você responder não para, pelo menos 8, das 13, está de parabéns. Caso contrário, reflita sobre os pensamentos que passeiam pela sua cabeça e livre-se do que lhe faz mal.

1. Você sente pena de si?

Como lidar: parando de pensar que você não é bom o bastante. Ser adulto é lidar com obstáculos maiores que você. Você vai errar, perder, tomar decisões ruins, se deparar com pessoas poderosas, de nariz empinado, mas isso não o faz pior do que ninguém. Tome os caminhos certos, mas se pegar um errado, encare as consequências de cabeça erguida. Você sai mais forte e confiante de qualquer problema que encara de frente.

2. Você deixa os outros lhe controlarem?

Como lidar: não permitindo que ninguém coloque você para baixo — seja namorado(a), chefe, amigo ou familiares. O poder está nas suas mãos, só você tem o poder de controlar o que acontece com você, mas algumas pessoas vão tentar impedir você, nem sempre por mal, mas vão. Seguindo a lógica bíblica do “se o braço lhe faz pecar, corte-o”, se algo lhe deixa infeliz, abandone.

3. Você prefere manter as coisas como estão?

Como lidar: abraçando as mudanças. É onde o melhor da vida está: atrás das cortinas do desconhecido. Assim como você não pode saber se uma comida é boa sem provar, ou se um livro é bem escrito sem ler, não dá para conhecer o melhor da vida sem viver. Seja flexível e mantenha o pensamento positivo para afastar o medo do desconhecido. É claro que não é 100% certo que mude para melhor, mas é possível extrair algo de bom até em experiências ruins. Uma coisa é certa: sem tentar, o homem nunca conseguiu nada.

4. Você reclama de coisas que não dependem de você?

Como lidar: reclamando menos de coisas que você não pode mudar. Essa é uma das melhores receitas contra o mau humor e a frustração. O trânsito está um caos? Ficar irritado não mudará nada. Pegue um ônibus, vá de bicicleta, mude de emprego ou de casa, ou saia um pouco mais cedo, coloque uma música bacana, respire fundo e encare. Você não vai mudar o mundo, mas mudando de atitude poderá vê-lo de uma forma diferente.

5. Você se esforça para agradar os outros?

Como lidar: sendo você mesmo. Fingir ser alguém que você não é demanda um esforço enorme. E o pior, ser o queridinho do chefe, não vai lhe render uma promoção — gerar resultados vai. Não fique evitando as pessoas por não gostar de dizer não, ninguém gosta, mas faz parte. Saber dizer é sinal de responsabilidade e transparência, saber receber é maturidade. Tente ser justo e gentil, lembre-se que como você fala é mais importante do que você fala.

6. Você faz coisas sem pensar?

Como lidar: tomando decisões conscientes. Saiba onde você está pisando. Evite tomar decisões precipitadas que acabarão em erro e frustração depois, planeje as ações com cuidado e calcule se compensa correr o risco. É melhor pensar demais do que pensar de menos.

7. Você pensa muito no passado?

Como lidar: vivendo o hoje. Ninguém vive de reprise. Pense que sempre o melhor está por vir, e se ele parece estar muito distante, então é culpa sua. Foque-se no presente, trace metas para um futuro próximo e saiba que a única função do passado é servir de experiência para se projetar o futuro. Enquanto você estiver olhando para trás, nunca andará para frente

8. Você comete o mesmo erro várias vezes?

Como lidar: aprendendo com cada erro, ele é o sinal de que algo precisa ser corrigido. A maioria das pessoas precisam errar pelo menos 2 vezes antes de fazer algo a respeito, e isso é um problema. Cada erro consome uma carga emocional que você não vai querer desperdiçar. Além de tempo para a retomada. Seja crítico consigo próprio, você é o seu melhor professor.

9. Você se chateia quando alguém próximo conquista algo?

Como lidar: alegrando-se com as conquistas dos outros; se for difícil demais, use como motivação e pense “se ele conseguiu, eu também posso”. Quando você foca nos outros esquece de você, então esteja 100% comprometido com o seu sucesso. O jogo pode ser sujo, mas não é por isso que você tem que se jogar na lama. Reconheça que os outros também tem seus méritos e tente ficar feliz por eles. O trabalho em equipe sempre levará a resultados maiores do que o individualismo.

10. Você desiste no primeiro fracasso?

Como lidar: reconhecendo o fracasso como parte do processo. As pessoas poderão contar quantas vocês você caiu, mas elas não são você. Não lembro de uma só pessoa que conquistou algo grande sem quebrar a cara alguma vez , não é algo que pode acontecer, é algo que vai acontecer e é melhor que seja no começo. Uma das frases que eu sempre repito para mim é: os maiores obstáculos escondem as maiores recompensas.

11. Você detesta ficar sozinho?

Como lidar: passando mais tempo consigo fazendo as coisas que gosta. Poder passar um final de semana em casa sozinho não é um pesadelo, é um privilégio. É impossível obter autoconhecimento e crescer como pessoa sem momentos de reflexão. E é quando você está acompanhado apenas de si que as mais poderosas reflexões acontecem e o entendimento vem. Pessoas intimistas costumam ser mais criativas, tomar melhor decisões e compreender melhor os outros. Aprenda a apreciar sua própria companhia, é a única pessoa que você é obrigado a conviver até o fim da vida.

12. Você acha que merece mais do que tem?

Como lidar: sendo mais humilde e esforçado. Você nasce pelado e morrerá assim se não souber aproveitar as oportunidades. Os seus pais são os únicos que precisam lhe ajudar (até certo ponto), o resto é como você, irmão. Não espere que as pessoas enxerguem o seu melhor, mostre a elas! Se você é o melhor do setor, preste atenção no seu comportamento, no seu discurso e na forma como lida com as pessoas. As pessoas não lhe devem nada, mas elas farão questao de pagar se você tiver algo valioso a oferecer. Mas lembre-se, você é o que as pessoas veem, não como acha que é.

13. Você quer tudo para ontem?

Como lidar: tendo em mente que tudo na vida tem um tempo de maturação. Com as habilidades e o tempo certo, coisas maiores e mais duradouras são construídas. Ao definir prazos, peça a opinião das pessoas, negociando um prazo que seja bom para todos.

Baseado no artigo: “13 Things Mentally Strong People Don’t Do”