100 coisas que grandes chefes sabem – parte 2

PDF pagePrint page

Vamos a segunda parte do manual do grande chefe. [Parte 1]

26. Construa times, não silos. Pessoas em times trabalham além das fronteiras, pessoas em silos se isolam atrás de paredes.

27. Para uma colaboração verdadeira, descubra o que significa um bom dia no trabalho para pessoas que fazem o trabalho que você não faz.

28.Conflito não é necessariamente uma guerra; veja isso como uma percepção pessoal que está interferindo os objetivos do outro. Então, identifique esses objetivos e vá em direção à solução.

29. Conflito não melhora se você evitá-lo. Aprenda a ter conversas difíceis com firmeza e sensibilidade.

30. Dizer que a porta da sua sala está aberta a todos não significa que todos se sentirão confortáveis para entrar. Você precisa ir até essas pessoas também.

31. Histórias bem contadas, com mensagem clara e valores fortes são valiosas ferramentas de liderança.

32. Guias de conduta são importantes, mas nunca perca uma oportunidade de acrescentar valores a sua conversa do dia-a-dia.

33. Não trate as pessoas como semelhantes. Conheça elas o suficiente para saber tratá-las individualmente.

34. Aprenda algo novo e assustador. Então faça de novo e de novo.

35. Em tempos de mudanças, se comunique mais. Quando você começar a se achar repetitivo, as pessoas estão começando a escutar.

36. O simples ato de ouvir pode ser um grande dom de um chefe; as pessoas gostam de sentir que elas são ouvidas.

37. Evite jargões da administração. Quando você estiver tentado a dizer “mudança de paradigma”, tente “grande mudança”. Sua equipe irá apreciar.

38. Deixe-se criar diversão no trabalho, mas não force. Deixe seus empregados liderarem as brincadeiras.

39. Quando as brincadeiras deles forem a respeito de você, leve na esportiva. É tão divertido rir do chefe.

40. Aviso para novos chefes (e chefes novos) em eventos sociais: bebam menos e saia antes dos outros. Você irá lembrar tudo que disse, e você dará liberdade para as pessoas criticarem a gestão da mesma forma que fez quando não era chefe.

41. E-mail enviado com raiva pode ser uma bomba. Quando zangado, afaste-se do teclado!

42. É possível ser um chefe muito bacana. A sua equipe só não irá lhe respeitar, se você não conseguir lidar com profissionais de baixo desempenho.

43. Todo mundo gosta de dinheiro, mas não é o mais poderoso agente motivador.

44. Os mais poderosos agentes motivadores estão relacionados a pessoas: melhoria de competências, autonomia, propósito e crescimento.

45. Pautas ajudam reuniões. Eles ajudam introvertidos a prepararem suas ideias e a manter extrovertidos no caminho.

46. Gestão do tempo é, acima de tudo, definir prioridades. Depois disso, é preciso planejar o melhor uso desse tempo limitado para atender essas prioridades.

47. Estar ciente dos seus pontos fortes e fracos não é o bastante. Seu trabalho é administrar a si próprio para que possa liderar outros.

48. Nunca subestime o poder de um elogio escrito a mão.

49. Mediocridade é uma maldição; você pode ser muito bacana para demitir, mas não ouse promovê-lo. Seu trabalho é erradicar a mediocridade.

50. Muitos chefes sentem que carecem de palavras de sabedoria para motivar. Dê o seu melhor. Se não o fizer, quem fará?