O mais importante conselho para universitários

PDF pagePrint page

Se você pudesse voltar no tempo cinco anos atrás e dar um conselho a você mesmo, mais jovem e inexperiente, qual conselho daria? Este é o conselho que eu gostaria de ter escutado quando estava na universidade: Trabalhe em uma empresa de referência nacional desde cedo.

“Como se fosse fácil” você pode estar pensando. Não é. Mas se você definir isso como objetivo de vida e se focar para conseguir, você vai conseguir. Esse é o objetivo mais importante da sua carreira (a menos que você esteja na área da saúde). Não é passar no vestibular nem ser graduado com honras. Isso é bom, mas a melhor coisa que você pode fazer para a sua carreira é colocar uma grande empresa no seu currículo. Pesquisas indicam que experiência profissional é a primeira coisa que os chefes olham na hora de contratar.

As duas melhores maneiras para um jovem de 20 e poucos anos conseguir entrar em uma grande empresa é através de programa de trainee ou estágio. Toda grande empresa têm programas estruturados para ambos, mas a gente sabe que a concorrência é assustadora. Os programais mais concorridos, como o da Unilever, chega a ter 48 mil candidatos e esse número não para de crescer (na minha época era 30.000). Para se ter uma ideia, o vestibular da Fuvest 2011 teve 139 mil inscritos. A diferença: Fuvest tem 10 mil vagas, a Unilever 200.

Isso significa que você tem que se preparar. Eu só comecei a participar de seleção para trainees quando me formei. Achava que era uma boa oportunidade, não a melhor de todas. Além disso, meu inglês não era fluente. Não cometa esses erros, se você tem um bom inglês, mas não é fluente, vá em frente. O próprio Max Gehringer já confirmou que, na maioria dos casos, o inglês fluente é apenas um grande filtro. Inscrevi-me em alguns, na maioria não passei da 1ª etapa por ir mal nos problemas de matemática. Ora, eu havia acabado de me formar em comunicação! Pensei em fazer aulas particulares, mas nessa época eu já estava formado há 1 ano, e a maioria dos programas de trainee são limitados aos graduados nos últimos 2 anos.

Em um dos dois únicos processos que consegui ir para as etapas finais (não havia problemas de matemática), conheci um cara que me contou um pouco da sua história com trainees. Ele era engenheiro, havia morado nos EUA (logo, matemática e inglês não eram problemas), mas o que mais me chamou atenção e algo que não esqueço até hoje foi quando ele me disse: “eu estou cansado de participar de dinâmicas, já participei de muitos e se eu não passar neste, acho que não vou tentar outro”. Nessa hora eu percebi que não tinha chances. Como um publicitário quase sem experiência em processos seletivos conseguiria superar ele? Tempos depois, descobri que ele havia sido um dos 30 trainees da Natura. Merecido!

A lição que eu extraí é mais importante para quem está começando do que para quem já está no mercado (e olha que eu não sou nada velho!): prepare-se para o que vai enfrentar! Assim como você deve saber física para entrar em uma boa faculdade de marketing, você precisa estudar o que as empresas querem, conhecer suas fraquezas e trabalhar nisso para aumentar as suas chances. Se o seu inglês não é lá so good, faça um intensivo; se você não é bom em matemática, contrate um professor; se você não fala bem em público, faça um curso,  socialize, leia livros e se esforce! Participe de quantos programas de trainee puder antes mesmo de se formar. Em outras palavras, coloque isso no topo das suas prioridades, ninguém vai pedir qual foi a nota da sua monografia durante uma entrevista.

Mesmo que o seu sonho não seja se tornar presidente de uma empresa, ou ocupar um cargo executivo, busque esse emprego com todas as suas forças. O aprendizado é enorme, você terá um plano de carreira, coaching e mentoring de graça e o seu currículo vai brilhar no escuro.

Este é o conselho que gostaria de recebido quando tinha 21 anos e como, por mais dedicado que você seja, jamais conseguirá voltar no tempo, compartilho com vocês que ainda não se graduaram. Para aqueles, que como eu, já se formaram há algum tempo, saibam que persistência é um dos principais ingredientes do sucesso, e não se deixe abalar. Costumo dizer que trainee é um atalho que lhe leva mais rápido e fácil ao sucesso, mas você sempre poderá pegar o caminho principal e, com paciência, também chegará lá.