Acho interessante escolher um nome de marca (produto, serviço ou empresa), principalmente porque há muito pouca ciência por trás disso e muitas acabam sendo escolhidas por agradar o dono e seus familiares. Já li que nome não é crucial para o sucesso de uma marca, também já li autores dizendo que é sim crucial. Fato é que mesmo que não ajude, não significa que não atrapalha.  Várias empresas já se deram muito mal por usar nomes que tinham significados exclusivos de uma determinada região. [Leia aqui "Triste Casos de Nomes de Marcas]

Prefiro acreditar que um nome fantástico é legal (mas não tão importante), um nome bom é necessário e um nome ruim é perigoso. O nome não leva uma empresa ao sucesso, mas pode levá-la ao fracasso. É importante considerar fatores como: facilidade de memorização, probabilidade de cair na boca do povo e associações positivas relacionadas à palavra. Um mau nome pode sim atrapalhar o sucesso de uma marca, se trouxer alguma lembrança negativa, for difícil ou não agradar o consumidor.

Independente da semântica, o que mais é importante na hora de escolher um nome? Palavra simples, composta, curta, longa, verbo, substantivo…? O consultor de marcas Steve Rivkin (famoso pelos trabalhos com Jack Trout e Al Ries) levantou um assunto pra se pensar: será que a primeira letra do nome importa?

Rivkin contou o número de palavras que começam com cada de um dicionário, de uma lista de marcas e da bolsa de valores de Nova York e as comparou na seguinte tabela (em ordem decrescente):

A tabela não mostra nada demais, apenas uma certa curiosidade de que as letras mais comuns que usamos no dia-a-dia não são as mais comuns do mundo comporativo. Quer dizer, algumas são e outras não.  Como eu sou brasileiro, meus leitores são brasileiros e este blog é escrito em português, não faria muito sentido publicar apenas informações em inglês, afinal nem do latim veio esse idioma.

Fiz um pequeno levantamento consultando o dicionário Aurélio e uma lista com 145 nomes de marcas renomadas de vários segmentos — todas brasileiras. O resultado está na tabela abaixo. Infelizmente, não consegui informações suficientes da Bovespa para criar um ranking consistente das ações mais negociadas. Apenas uma pequena lista onde mostrava que as empresas que começam com P, T, M e I lideram o número de transições, mas a lista é muito pequena para se concluir algo.

A partir da lista em português podemos notar que há uma proximidade maior entre as palavras que falamos e as marcas –  do que em inglês. Por exemplo, 218 páginas do Dicionário Aurélio são dedicadas à letra C e, coincidência ou não, é a letra que começa a maior parte das marcas da minha lista. D, P, M e T também ficaram na mesma ordem.

  • A maioria das marcas começam com C, S, P e M
  • Poucas marcas começam com F, R, U e Z (juno com as letras do alfabeto inglês: k, y e w)

Se você quer uma marca diferente, talvez deva optar por certas letras em vez de outras. Mas no final das contas, o que importa é ter uma bagagem cultural e de informações antes de criar o nome de uma marca, não é só pegar o seu sobrenome e pronto.


Comente!
Maria goreth disse:

vou abrir uma loja de material de construção, pensei na marca G&M MATERIAS PARA CONTRUÇÃO POR QUE ABRANGE AS PRIMEIRAS LETRAS DOS NOMES DOS MEUS FILHOS, O QUE VC ACHA?

stheffania disse:

interessante o post , principalmente porque considero o nome da marca o mais dificil de escolher , pois tem que ser algo criativo , ao mesmo tempó marcante , facil , é muita responsabilidade

Sylvio , agradeço pela resposta.
O que estou querendo e escolher uma marca.
Conforme sua resposta e pergunta , vou atingir 20% de uma classe baixa , 60% da media e 20% alta.
Estou procurando num nome pensando nos meus clientes.
Eles gostam de de ter produtos em suas lojas que chamam atenção pela embalagem , produto , preço e nome , tenho todos mesnos o nome.
Tive conversando com os meus clientes , e pedi para eles darem uma sugestão em nomes , eles não quizeram opnar , mas me alertaram que quando tem um nome extrangeiro complicado de falar , eles falam todos os nomes , menos a marca , eles gostam de nomes curtos que seja facil de pronunciar e gravar. Quanto ao nome Kitchen , já temos alguns importadores que trazem essa marca.Aproveitando , eu jä trouxe alguns produtos da China e a minha marca era CANADIAN , os meus clientes venderam muito por causa que seus clientes pensavam que produto com a Marca CANADIAN era do CANADA , por isso eu quero uma marca extrangeira para eu ter susseço como eu tive com a marca CANADIAN.Se vc puder me auxiliar como achar essa marca ou alguem que possa me judar , eu agradeço. Abs.Neto

Sou importador de Utencilios Domesticos ( Copos,Taças,Pratos, Talheres,Enfeites e outros) atualmente estou comprando esses produtos com a marca dos fabricantes estrangeiros , gostaria de ter a minha propria marca onde poderei trocar de fornecedores e meus clientes não vão ficar sabendo pq. a marca vai continuar. Atualmente estou fortalecendo a marca dos meus fornecedores , como todos sabemos , esses exportadores sempre estão leiloando seus produtos para quem compra mais para ter exclusividade da marca . Já tive problemas com alguns fornecedores , onde eu ingrecei a marca dele no mercado , e depois de um tempo , ele negociou com outro importador alegando que a marca dele jä estava sendo vendida no mercado brasileiro e negociou uma certa quantidade para dar exclusividade , a quantidade que foi negociada não estava no meu alcance renegociar. Buscando uma marca minha na internet , achei o seu site e acabei tendo uma outra visão de escolher a minha propria marca. Gostaria de alguma ajuda para ter a minha marca. Como meu segmento e voltado em utencilios domesticos , estava pensando em :LOTUS HOME – NEW HOME – TIME HOME – WORD HOME , vc teria alguma outra sugestão?? Fico no aguardo , Abs. NETO

Sylvio R. disse:

Olá Neto,

Não entendi muito bem se você quer uma orientação sobre lançar uma marca própria ou escolher o nome para essa marca. Se for o segundo, vamos lá.

Depende do público.

Se for uma linha de produtos mais barata, voltada para classes mais baixas, prefira um nome em português. Caso seja uma linha de maior qualidade, voltada para público de maior renda, pode ser um nome estrangeiro.

Mesmo sendo estrangeiro, é importante atentar para significado.

Lotus é uma planta com um grande significado para o budismo que simboliza a perfeição do ser-humano. New é "novo", Time é "tempo", Word é "palavra". Não sei pra você, mas pra mim não tem a menor relação com utensílios domésticos. E home é "casa/lar". Talvez o mais indicado fosse "kitchen" (cozinha), já que lar é muito amplo. Mas não sei, fica a seu critério.

Espero te ajudado ao menos um pouco.

Alewfs disse:

Bom post. O que eu acho mais interessante na hora de criar um nome, é o nada a ver. Pelo menos para a web, o "nada a ver" é importante. Muita gente visita alguns sites justamente pela curiosidade despertada ao ver o nome em um link ou algo assim. Para fora da web acho que grandes nomes como bombril, havaianas, Gol são bons exemplos.

Nathalia disse:

Oi! bem legal o post, mas vc se esqueceu de colocar a palavra "letra" no título dele. abs.

;)

Sylvio R. disse:

Se isso fosse uma pegadinha, você seria a ganhadora, a única que me avisou. Rsrs.

Muito obrigado Nathalia e um bom dia pra você!