O sucesso Adidas (entrevista com presidente)

PDF pagePrint page

Qual o mais imprevisível fator que mais impactou a gestão da Adidas na última década?
A velocidade com que as pessoas se conectam pelo mundo, como eles compartilham informação; essa foi uma verdadeira revolução no mercado. Eu diria que isso, na verdade, começou um pouco mais cedo na última década, mas isso tem forçado toda marca a se ajustar, não apenas reagir, e tentar se antecipar, ler, e interpretar tendências antes que elas realmente fiquem grande.

Hoje, os consumidores estão interconectados.Tendências que surgem hoje em algum lugar do mundo pode ser espalhada em dias, horas, até minutos, para o resto do mundo. Antes disso tudo começar, nosso trabalho era um tanto fácil. Navegar entre mercados era limitado e um pouco lento. Então, nós podíamos construir marcas levemente diferentes em diferentes mercados, baseado nas necessidades desses mercados e no canal de distribuição. Hoje, as diferenças de como a sua marca é percebida e valorizada pelo consumidor são totalmente transpartente, o que força as marcas a construirem uma imagem consistente na mente dos consumidores de forma global, guiada pelos valores claros e os objetivos de marca.

Isso tudo tem um efeito diário na gente: que produtos oferecer e onde, que mensagens nós queremos passar(usando qual mídia), e como nós estimulamos a interação dois a dois entre nossos consumidores e a nossa marca. Isso atinge a abordagem do nosso marketing esportivo, influenciando que clubes, atletas e federações nós patrocinamos, o que antes era importante apenas local ou regionalmente, hoje tem apelo mundial. E não esquecer nosso foco nas causas sociais e nas questões do meio-ambiente, sendo socialmente e ecologicamente corrreto nunca foi tão grande.

Consumidores de hoje definem pessoalmente a maneira que eles percebem a nossa marca, e eles têm as ferramentas nas mãos pra compartilhar com o mundo. Facebook, Youtube, Twitter. Conectividade fácil disponível 24 horas por dia. Isso significa que parte do controle sobre a marca que você administra agora está nas mãos dos consumidores, e isso requer confiança pra deixar isso pra lá, confiar nos pontos fortes da marca e seu objetivo.

A partir das suas experiências, que aspectos você pode compartilhar que contribuem na construção de uma marca de sucesso?
O primeiro e mais importante elemento é definir os valores pelo qual a marca existe [objetivo] e definir limites pra que você faz e não faz com o nome dessa marca. Nós temos uma missão de marca clara, visão e valores. Autenticidade desempenha um papel vital aqui. Isso não é apenas um dos nossos valores, mas isso descreve como cada ação que fazemos se encaixa dentro da missão, visão e valores. Isso gera confiança e credibilidade com o consumidor e fornece a base para identificação com a marca, e isso nunca deve ser negligenciado!

Construção de marca acontece a cada encontro com o cliente [o famoso “momento (ou hora) da verdade”]. Isso não tem a ver apenas com o produto, com a campanha ou como nossas lojas se parecem. Vai muito além disso. Inclui o suporte que nós damos às lojas de varejo parceiras, preenchendo as necessidades deles, os serviços disponíveis para nossos atletas, a interação da nossa equipe de vendas a cada momento que o cliente passa pela porta, a mentalidade e motivação de cada funcionário em diferentes países, bem como nas sedes administrativas.

Entretanto, o core disso continua sendo o produto. Sem um produto de qualidade com um preço justo –seja para esportes ou uso urbano– uma marca não pode sustentar esse apelo. Cada produto precisa incorporar e respirar a marca.

Indo além, é um ponto-chave pra gente a maneira como nos comportamos com as questões sociais e ambientais. Nós nos esforçamos pra contribuir com ações pequenas ou grandes. Por exemplo, juntar crianças palestinas e israelenses para jogar basquetes, estimulando um estilo de vida mais saudável com eventos ao ar livre.

Você pode nos dar uma dica de como você tem conseguido balancear com sucesso o diversificado portifólio de marcas da Adidas?
Nosso fundador, Adi Dassler, começou quase 90 anos atrás fazendo sapatos para atletas de acordo com as necessidades específicas de cada esporte. Ainda hoje, nos esforçamos pra pra fabricar os melhores produtos para atletas dos mais variados esportes, sob o guarda-chuva da divisão Sport Perfomance. Entretanto, nós temos ampliado nossa oferta nos últimos anos para além do uso esportivo.

Adidas Originals foi lançado aproximadamente 10 anos atrás com uma coleção de sapatos retrô e, desde então, tem crescido como uma das mais fortes marcas lifestyle de toda indústria, faturando mais de €1,5 bilhões. Naquela época, era um absurdo pensar em expandir uma marca puramente esportiva para o segmento lifestyle, e nós provamos que isso é possível.

Nossa ambição é ter o mais forte e diversificado portifólio de produtos sobre o telhado da marca Adidas, desde que nós achamos que eles sejam fiéis aos valores da nossa marca.

Erich Stamminger é o atual presidente globa da Adidas. Entrou na empresa em 1983 no setor de pesquisa de marketing, foi diretor de marketing, diretor administrativo, presidente da Adidas americana e vice-presidente global antes de assumir a presidência. Stamminger é alemão e já trabalhou na  America, Ásia e Europa. Resumindo, o cara sabe-tudo!

Fonte: Interbrand