Você se conhece?

PDF pagePrint page

Primeiro de tudo, o que você conhece sobre Carl Jung? Honestamente, eu não sei quase nada.

O que sei é que Carl Jung foi importantíssimo para o MBTI (Myers-Briggs Type Indicator), uma metodologia que divide a personalidade em 16 tipos. Uma maneira muito mais eficiente de definir você. Ou se eu disser que sou do signo de áries 3° decanato, você saberá como eu sou?

Agora se eu disser que sou INTJ (introvertido, intuitivo, racional, julgador), e você conhecer o método MBTI, terá mais chances de saber como sou, mesmo sem me conhecer.

É curiosa a discrepância entre como você acha que é e o que você realmente é. Será que você se conhece? Dando uma lida nos 16 tipos de personalidade, eu me considerei INTP (introvertido, intuitivo, racional e perceptivo), mas fiz um teste e apontou INTJ. Afinal, como eu sou? Confio no teste, confio no meu julgamento? Os dois tem a sua importância. O teste é uma baliza, serve para você não se considerar extrovertido quando na verdade é introvertido ou intuitivo quando, na verdade, é sensorial.

Eu me considero muito mais perceptivo do que julgador. Mas a discrepância entre INTJ e INTP é pequena e já que testes devem ser vistos como balizas e não como certezas, Jung e Myers-Briggs que me desculpem, mas a decisão final será minha.